domingo, 18 de novembro de 2012

Fic do Zayn - Capítulo 14 - Apenas uma direção.


Combinamos de sair de casa as 7:00 da manhã. Eu tive que mentir para minha mãe,não foi uma grande mentira,eu disse que sairia com Zayn,iríamos na sua antiga cidade visitar alguns amigos dele e que eu voltaria só á noite,ela me deu sermão dizendo para mim tomar cuidado e todas aquelas coisas que mães sempre dizem.
Zayn tinha ganhado um carro novo do seu pai depois do acidente,mas o havia usado poucas vezes. Hoje voltaria á dirigir e ele estava uma pilha de nervos. E eu ir junto o ajudava á ficar mais nervoso.
Estávamos dentro do carro na frente da sua casa e ele encarava o volante. –Zayn, você tem apenas uma direção,vamos,vamos acabar com o que te atormenta - falei segurando sua mão.
Ele me encarou,sorri confiante e ele ligou o carro – Coloca o sinto – ele falou antes de arrancar.
Sorri,coloquei o sinto e seguimos para o fim de tudo. Para Bradford,para o fim do que atormenta e faz mal ao meu namorado.
Depois de duas horas e meia de viagem dentro do carro com o Zayn tenso e nervoso chegamos na rua onde Hannah morava. Ele estacionou o carro na frente da antiga casa da família dela, a casa estava á venda e parecia abandonada. Zayn me contou que depois do acidente a família dela se mudou e ele nunca mais teve notícias deles.
Descemos do carro,Zayn estava parado olhando a casa. Sabia que na sua cabeça passava um filme de tudo que ele e Hannah passaram aqui,tudo devia vir á tona para ele agora.
Parei ao seu lado e segurei sua mão fortemente. Ele me encarou e selou nossos lábios.
–Vamos entrar? – perguntei á ele.
–Vamos – ele respondeu e abriu o portão.
Entramos por uma janela que estava destrancada. A casa por dentro estava vazia,só tinha os móveis fixos,como a estante da sala,o balcão da cozinha,etc. Era uma casa padrão com estilo clássico britânico.
Zayn olhava tudo com atenção. Ele apertava minha mão,não me largava um minuto sequer.
–Por onde começamos? – perguntei.
–Não faço idéia – ele falou me encarando.
–Então,vamos dar uma olhada aqui em baixo e depois subimos – falei sorrindo fracamente.
–Tudo bem – ele falou e me deu um selinho.
Eu olhava tudo quanto é canto,qualquer coisa que pudesse dizer ou mostrar algo e que Zayn se lembrasse poderia nos ajudar a entender Hannah.
Não havíamos encontrado nada,então subimos para o segundo andar. Zayn se localizava muito bem na casa,sabia onde ficavam todos os cômodos,os móveis.
Ele segui direto para um quarto,o quarto de Hannah. Ele ficou para no meio do quarto encarando o cômodo vazio. Fiquei na porta o olhando.
Encarei uma prateleira empoeirada e ali tinha um papel. Segui até lá e o peguei,era uma foto de Zayn e uma menina sorridente,Hannah. Ele parecia tão diferente na foto,estava mais corado,não tinha olheiras,nem cara de cansado e seu semblante era incrivelmente feliz.
A foto tinha sido tirada em um dia de chuva,provavelmente eles estavam debaixo de algum abrigo para não se molharem,mas o fundo da foto mostrava á chuva caindo.
–Zayn...-o chamei sem tirar os olhos da foto.
–O que foi? – ele perguntou vindo em minha direção. O encarei e entreguei a foto á ele. Ele olhou á foto e me olhou assustado – Nós tiramos essa foto um dia antes do acidente – ele parecia perplexo – Ela insistiu muito para tirarmos essa foto,eu não queria,era um dia de chuva e meu cabelo estava estranho – ele falou risonho e eu sorri – Ela tinha ido visitar uma amiga no hospital e eu fui buscá-la e no outro dia fiz a mesma coisa só que nesse dia ela não iria mais visitar a amiga ou voltou para casa – ele estava sério,seu rosto transmitia dor.
O abracei e ele pousou a cabeça no meu ombro – No outro dia ela morreu – ele completou.
Ficamos abraçados assim por algum tempo. – Ok,sem querer te pressionar,mas essa foi a única coisa que achamos e você vai ter que se lembrar de algo que possa nos ajudar – falei acariciando seu rosto e ele sorriu levemente.
–Sem pressão – ele falou sorrindo – Mesmo com pressão eu não faço a mínima idéia do que essa foto tem haver com a Hannah me mandar avisos ou sei lá – ele falou nervoso.
–Zayn,vamos resumir: Ela te atormenta desde que você saiu do coma,ela te manda avisos te arranhando,te torturando, ela escreve em espelhos e no teu corpo o número romano oito,que nos trouxe até a rua da casa dela,a rua Vlll e agora achamos uma foto de vocês que foi tirada um dia antes do acidente em que fatalmente ela morreu. – resumi tudo e ele me encarava sério e pensativo – Agora está em suas mãos,apenas uma direção Zayn,se esforça,estamos chegando perto da resposta. – falei o incentivando.

Um comentário:

  1. POR FAVOOOOR CONTINUA ESSA FANFIC MARAVILHOSAAAA!

    ResponderExcluir

Não esqueça de comentar!!! Pois é seu comentário que nos motiva a continuar e tentar fazer melhor sempre , amamos vocês pelo imenso carinho com a gente mesmo sem conhecer cada uma <3

Sue , Gaby , Helo , Raih e Vivian .