quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Half a Heart - Capitulo 1 - I am Welcome (?)

Ps: Nesse  capitulo e nos proximos 5, ela tem 16 Anos & o Louis 17

20 de abril, 2011, Londres.15:40
Estava descendo as escadas rolante,me sentia num filme.
todo esse tempo nasci e fui criada no brasil,minha mãe e Italiana & meu pai Londrino.
olhava em volta para ver se achava minha tia, e la estava ela segurando uma plaquinha com meu nome.
Minha tia era meio Rica,o marido deixou uma boa herança para ela, ela ia uma vez por mes me vizitar, mas faz uns 6 meses que ela nao vai,por alguns problemas financeiros.
a abracei, quase deixando algumas lagrimas cairem,mas segurei.
-Nao vai chorar ne!? -ela disse olhando para mim ja chorando.e me abraçou mais uma vez.- Me desculpe nao ter ido no enterro da sua mae! -dissse ela entre o abraço. -Voce foi muito forte em enfrentar isso sozinha. -elaa disse agora segundo meus ombros e olhando em meus olhos.
-Obrigado. -eu disse sorrindo e em seguida colocando o casaco.
-Agora,vamos seu pai esta te esperando. -ela me guiou e fomos ate o carro dela. er pequeno e aconchegante um Uno. a viagem foi em silencio,tirando ela estar cantando Thriler. paramos o carro em frente a uma casa simples, porem grande.
Posts Relacionados:
-Se voce quiser eu posso passar aqui mas tarde pra  agente passear. - ela disse para mim do banco da frente.
-Nao, eu acho que vou descansar um pouco!- "Ok" ela diisse. ela abriu a porta do carro para mim e tocou a campanhia. segundos depois meu pai atendeu, ele pareceu agradecer e cumprimentar a minha tia,algo que fez ela ficar irritada e dar um fora nele. e subi os polcos degrais que levavam a porta e meio que fui ate a varanda.
-Tchau tia. Obrigada. -eu abracei ela. " Voce merece"

-Oi -eu disse seca com meu pai,nao sabia oque dizer,nao vejo ele a tanto tempo.
-Voce cresceu. - e,pai,isso que acontece,quando o tempo passa. -eu sinto muito sobre sua mae.
-Eu nao quero falar sobre isso. -disse.
-Tudo bem. entre,eu quero te apresentar 2 pessoas. - ele me guiou ate a porta eu entrei. Havia uma mulher sentada em uma mesa proxima a porta,parecia esperar eu entrar, e ao lado dela estava uma Garota loira,provavelmente sua filha.
-Sarah,essa e Camila,minha esposa.-ela estendeu a mao para eu apertar e eu apertei. ela tinha um largo sorriso no rosto diferente da filha.- e essa e Emily a filha dela. -diferente da mae,Emily so Sorriu para mim,um sorriso sem mostrar os dentes.
-E um prazer conhece-la- por favor,nao diga que sente muito!!! - Sinto muito pela sua mae.-Abaixei a cabeça sem querer,logo me envergonhando depois.
-Emily,por que voce nao mostra a Casa pra Sarah? -ela perguntou para a filha sem parar de olhar para mim.
-Eu,nao to muito afim de... -A mae lançou um olhar fatal para a filha e ela soltou um "Arghh".
-Vem,eu vou te mostrar a casa.- eu segui ela,a casa era menor do que parecia. -aqui e a sala. - ela disse abrindo os braços. meu pai e Camila,conversavam e um canto, meu pai com a mao atras da cabeça, e ela com os braços cruzados,ela parecia aconselhar meu pai. voltei atençao para Emily.
-Aqui e a Cozinha. - voltamos para a sala subimos as escadas. -Ali o quarto do seu pai,Aqui o meu, nunca entre- ela disse baixo,o suficiente so para eu ouvir,talves ela nao quise-se que a mae esculta-se.- e esse e o seu. ela ficou esperando eu dizer algo,um obrigado talves. -Obrigado! eu disse,e ela foi embora.
O quarto era... estranho & Morbido, ele era gigante e praticamente vazio.
Arrumei as coisas no armario,coloquei meus livros na estante, e depois arrumei o quarto. Colei posters na parede,algumas fotos, e um sino na janela... Mas que droga! a janela dava de frente a janela da casa do vizinho,que era muito lindo por sinal, estava sem blusa,eu devo ter corado. sai dali rapidamente, el simplesmente deu sorriso envergonhado. voltei para o quarto e me Joguei na cama.

20 de abril, 2011, Londres.18:07
estava deitada lendo Cidades de Papel,quando alguem bati na porta.
-quem e?- perguntei.
-Sou eu. - percebi a voz do meu pai.
-Entra. -disse.ele abriu a porta e ficou parado no corredor.
-Camilla preparou o jantar. -ele disse.
-eu ja deço. -eu disse, mas ele continuoou la, eu o encarei.
-Voce quer conversar sobre algo? -ele perguntou dando 2 passos para frente.
-sobre oque? -perguntei sem tirar os olhos do livro.
-Sua mae... (?) 
-Oque voce quer que eu diga?-perguntei agora olhando para ele.- "Pai,ainda bem que voce esta aqui,que saudades de voce,voce me abandonou mais tudo bem por que minha mae morreu." -falei com uma voz enjoada. -voce nem foi no enterro dela! -falei voltando a ler o livro. ele se aproximou e se sentou na cama ao meu lado.
-Deve ser dificil para voce,eu entendo.-ele falou olhando para mim com cara de cachorrinho. -mas voce vai se adaptar aqui,sinto muito pela sua mae,por tudo isso,mas e so uma questao de tempo! -ele ficou em silencio e suspirou. - Eu te amo. -demorei um pouco para dizer,mais admiti.
-Valeu. Eu tambem me amo. -ele riu e sai do quarto.





8 comentários:

  1. Perfeito continua !! ❤️💜💜amei
    Xoxo: vitória malik

    ResponderExcluir
  2. Continua xoxo Isabel :))

    ResponderExcluir
  3. aiii que lindo ameiii continua pf pf pf <3

    ResponderExcluir
  4. Aiiiiiiiii que topppp perfeitooooo xoneiiiiii. <3
    Xxx:Ana

    ResponderExcluir
  5. pf posta logoo mds que aciedade ja faz dois dias kkkkk aii meu coree

    xx:polly

    ResponderExcluir
  6. Lindo parabéns amei

    ResponderExcluir

Não esqueça de comentar!!! Pois é seu comentário que nos motiva a continuar e tentar fazer melhor sempre , amamos vocês pelo imenso carinho com a gente mesmo sem conhecer cada uma <3

Sue , Gaby , Helo , Raih e Vivian .