sábado, 8 de fevereiro de 2014

Criminal Love - 1 Cap.-Harry

Oi Meus Amores , Falei Que Voltava Ta Ai Bjoo ;)

"Harry ?"

Londres 17:50 18/11/2013



Liam:Porque faz isso ?

Eu:Isso o que ?


Liam:Mata , você mata as pessoas


Eu:Não tenho escolha , se eu quero comer , preciso matar 


Liam:Claro que não - ele me olhou e sorriu , passei ah mão em seu corpo nú , e mordi o lábio , não posso de novo não ja não estou nem andando direito 


Eu:Tenho que ir ! - disse levantando ele pegou na minha mão


Liam:Fica , por favor 


Eu:Não posso - disse olhando pra ele


Liam:Então , me diga o seu nome ?


Eu:Meu nome , - não queria falar ah ele meu nome - meu nome é (seu nome)


Liam:(seu nome) , - ele sorrio - lindo nome - ele levantou da cama e veio atrás de mim me levando ate ah porta , ele estava de sunga , ele me selou - nos vemos de novo ?


Eu:Espero - sorri selei seus lábios calmamente e desci os degraus estava no ultimo e ele me chamou


Liam:(seu nome)!


Eu:Sim ?


Liam:Como assim espero ?


Eu:Espero te ver de novo , mais eu não sei , se ... se vai dar - o abracei - minha vida é muito diferente da sua liam , eu não levo uma vida normal , eu não sou normal , só te peço uma coisa , não faça loucuras e não tente me procurar - sorri e coloquei ah toca da minha blusa - agora eu tenho que ir - disse saindo e indo embora , liam realmente me deixou intrigada ao falar  que eu não precisava matar , para viver , isso realmente me deixou com uma opinião diferente na minha cabeça quando me dei conta tinha chegado em casa "Não quero entrar" disse para mim mesma , eu queria correr de novo para os braços de liam e ficar lá com ele ate , ate ... eu não quero falar ah palavra "Para Sempre" porque nada é pra sempre tudo tem um final , e tudo um dia acaba e iludir é algo inútil que eu nunca faria - Cheguei ! - disse abrindo ah porta - Lipe ? - disse num tom mais alto pra ver se ele esta em casa , fui ate ah sala e vi um bilhete



Oi maninha se você ja estiver lendo isso é sinal que você chegou em casa eu quero que você faça uma coisa pra mim , preciso que você me encontre no baile de mascaras as 21:00 eu estarei com um terno de giz , e uma gravata vermelha , sua roupa esta encima da cama , preciso que você conheça uma pessoa , ele é um amigo meu , ele é de confiança ja te avisando , pra você não chegar tentando atirar nele , ele tambem faz o que fazemos , hã , como posso te explicar , ele tambem mata , bom tenho que ir , se arrume e lembre-se me encontre as 21:00 

Local:Palácio Musical 

Ah felipe qual é , eu odeio usar salto , odeio usar vestido , eu odeio fingir que sou normal subi as escadas cheguei no meu quarto e vi o vestido , ele era lindo ,  ele era muito lindo era vermelho com preto , gostei muito do vestido , olhei pra ele e sorri , "tenho que sair" , minha mente falou comigo mesmo e eu me lembrei , tenho que ir falar com o dono da missão , sai de casa e fui ate ah casa , e logo vi ele sentado na varanda ele me olhou sorrindo

Eu:Trabalho feito - sorri 

...:Você matou ela ou ele ?

Eu:Matei ela , como você pediu 

...:E como você encontrou eles ?

Eu:Na cama , mais ele não viu eu matando-a fique tranquilo , sei fazer isso , afinal é meu trabalho , agora você pode me falar o seu nome ? 

...:Me chamo Miguel - ele apertou minha mão - sei que estou me apresentando depois do que devia mais só agora peguei confiança em você

Eu:Prazer , sou (seu nome)

Miguel:Quer entrar ? tomar um café ?

Eu:Claro - sorri , e olhei o relógio eram apenas 18:00 entrei na sua casa era aconchegante , tinha uma lareira , e era bem quentinha , tinha uma janela enorme , em que dava para ver ah neve cair ah grama coberta pela mesma , os brinquedos estavam brancos , cobertos por ela tambem ele me alcançou uma xícara de chocolate quente , e eu olhei ele - obrigada - sorri - vocês tinham filhos ?

Miguel:Filhos ? - ele olhou pra baixo - tentamos , mais ela nunca ajudava e ela estava grávida , mais não era de mim - cuspi o chocolate quente 

Eu:Grávida ? - engasguei , - eu matei uma mulher grávida ?

Miguel:Algum , problema nisso ? - ele me parecia impiedoso 

Eu:Não - indaguei seu rosto ele é familiar , - desculpa mais eu te conheço de algum lugar - sua face era jovem ele deve ter uns 24 anos 

Miguel:Não , sei , se nos conhecemos - ele me olhou - não sei de onde

Eu:Pode me falar seu sobrenome ?

Miguel:Ah sim , meu sobrenome é Moore 

Eu:Miguel , miguel moore ?

Miguel:Sim - olhei pra ele 

Eu:Miguel , sou eu , (seu nome) , fizemos aulas de tiro juntos , 

Miguel:Você é ah menina que me deu um tiro de raspão no ombro não é - sorri 

Eu:Desculpa 

Miguel:Não foi nada , aquele dia você não estava bem , sua mãe tinha morrido , e você simplesmente , não estava concentrada 

Eu:É , - sorri - você mudou muito passei ah mão em seus cabelos loiros - você era moreno - ele sorriu 

Miguel:E você era loira , cada um com seus detalhes que deixaram pra trás - ele deu risada - é bom ter você comigo de novo (seu nome) - ele passou ah mão no meu cabelo olhei o relógio eram 18:30 

Eu:Porque fez aquilo ?


Miguel:Aquilo o que ?


Eu:Você , meio que levou drogas , e eu te protegi , e fui pro reformatório 


Miguel:Não , era minha ... era do carlos , meu irmão , ele colocou na minha mochila , e quando eu vi , joguei em qualquer canto não sabia que era seu armário , serio mesmo eu não sabia


Eu:Bom , de qualquer forma ja passou - sorri - e aqui estamos , adultos , com outra mentalidade , outros gostos e outras atitudes


Miguel:Posso fazer uma coisa que eu devia ter feito , aquele dia na arquibancada ?


Eu:O que ?


Miguel:Isso - ele aproximou nossos lábios me selando de leve , não pediu passagem pra língua nem nada , apenas me selou e eu sorri


Eu:Tenho que ir - levantei - foi bom te reencontrar miguel 


Miguel:Você ja sabe onde é minha casa , é só vir me procurar , venha de manhã e pose aqui se quiser


Eu:Virei , com certeza - o abracei e peguei meu casaco - tenho que ir , - disse colocando o mesmo e saindo da casa dele , andava pelas ruas cobertas pela neve parei na frente de um parquinho vi crianças brincando , eu sinto falta dessa época em que eu brincava no parquinho e ia pra casa tomar chocolate quente , cheguei em casa e fui me arrumar logo estava -->Pronta<-- chamei o táxi e fui ate o palácio cheguei lá e fui procurar Felipe ,achei ele , ele estava acompanhado de um menino de cabelos enrolados ele me olhou sorrindo seu sorriso era lindo seus olhos eram verdes , e sua pele branquinha , bochechas rosadinhas , ele era digamos que "perfeito" ele veio ate mim


...:Prazer em te conhecer , Felipe me falou muito sobre você , me chamo harry , - ele tirou as mãos do bolço e apertou as minhas - harry styles


Eu:(seu nome) , - apetei sua mão - (seu nome) parker 


Harry:Você tem quantos anos ?


Eu:Eu tenho 22 , e você ? - disse curiosa


Harry:Tenho 23


Eu:Ah - sorri de um jeito safado - muito bom saber - passei ah mão pelo seu corpo 


Harry:Qual sua profissão ?


Eu:Matadora , de aluguel - gaguejei pra falar com medo do que ele falaria 


Harry:Então somos 2 - ele sorriu sedutor - podemos formar uma dupla 


Eu:Com certeza - Ele passou ah mão na minha coxa e subiu mais pra cima sentindo ah arma sorriu 


Harry:Para que ? trazer uma arma ?


Eu:Preciso de uma arma não acha , e seu eu encontrar alguem ? que tente me matar ? preciso estar preparada !


Harry:Cautelosa - ele ajeitou o cabelo de uma forma sexy


Eu:Sempre - sorri e peguei sua mão - lipe esta se divertindo - olhei pra ele vendo ele dançar com 1 menina , ela era linda 


Harry:Você diz como se vocês não conseguissem , ter ah felicidade com vocês


Eu:Eu estou falando ah verdade , oh meu passatempo e transar , isso não é um passatempo , e sim uma forma de morte , posso pegar uma doença e ai , ferrou 


Harry:Capais , (seu nome) capais


Eu:Ta bom - sorri


Harry:Você ja se deitou com quantos homens ?

Eu:Uns 19 ! - não sabia com quantos ja tinha deitado


Harry:Quer completar os 20 ? - disse ele com cara de safado

Eu:Não ... - sorri e ele deu risada


Harry:Ainda te convenço


Eu:Convence não - dei risada e ali ficamos ate as 00:00 eu selei sua bochecha e fui embora cheguei e fui direto pro chuveiro , deixei ah água escorrer , e os pensamentos vieram rapidamente , "Eu pareço uma puta" "Me deito com um homem por noite" "Mato as pessoas" "Eu sou um monstro?" 


...:Você esta ai ? - era ah voz de lipe

Eu:Estou - sorri falso e continuei fitando o chão 

Felipe:Ta tudo bem ?

Eu:Ta , eu só quero ficar em sozinha , ler um pouco - sorri 

Felipe:Você não lê ah anos 

Eu:Eu sei , vou voltar ah ler , - sorri - me deixa sozinha um pouco ?

Felipe:Claro , qualquer coisa chama

Eu:Ta - ele saiu e eu fiquei me lembrando dos toques do liam , de todas as palavras de tudo , que ele fez , ele , me deixou boba 



4 comentários:

  1. Oi!
    Não sei se gosta de ler ou se tem tempo para isso mas à alguns dias um blog voltou ao ativo. A escritora voltou depois de alguns dias. E tem história nova. Deve ter perdido alguns leitores e como estou atento ao blog, tenho ele nos favoritos, decidi recomendar o blog. Não estou pedindo para comentar ele ou seguir mas se gostar das histórias siga e comente. Vai fazer bem à escritora.
    dianaisabelpinto.blogspot.pt/

    beijos.

    ResponderExcluir

Não esqueça de comentar!!! Pois é seu comentário que nos motiva a continuar e tentar fazer melhor sempre , amamos vocês pelo imenso carinho com a gente mesmo sem conhecer cada uma <3

Sue , Gaby , Helo , Raih e Vivian .