segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Trafficked - Cap 1

"Como tudo começou"
(Seu nome) Pov.

"Trim,Trim,Trim"

Acordo com o barulho irritante do meu despertado me avisando que o inferno começa novamente , certo talvez eu esteja exagerando eu sei que tem gente que vive muito pior que eu , você não deve está entendendo nada não é mesmo ? Então deixa eu me apresentar , meu nome é (Seu nome) Packer, moro com a minha mãe e só com ela já que meu pai nós deixou antes mesmo de eu nascer , as pessoas dizem que ele era um traficante da pesada,ladrão e um assassino frio , eu ainda me pergunto como minha mãe foi se apaixonar por um homem assim ? O pior e que mesmo ele tendo sumido por 17 anos ela ainda o ama , ela nem sabe se aquele homem ainda está vivo,mas ela sempre diz " ele sumiu para nós proteger , ele vai voltar quando tudo estiver certo " eu não acredito em nada disso pra mim esse homem só a deixou porque descobriu que ela estava grávida , bom vamos deixar de falar disso e vamos voltar a falar sobre mim, o que podemos falar : sou linda,loira, com olhos azuis , que segundo a minha mãe parece as águas do mar assim como os olhos do homem que doou os espermatozoides para ela , sem falar no meu corpo que é lindo quase perfeito , eu sou bonita e sei disso , não sou metida , só gosto de ser bonita por que é assim que eu vou realizar meu sonho de ser modelo internacional e poder ajudar minha mãe , já que eu e a dona Patricia moramos nas áreas mais pobres de Natal-Rio Grande do Norte , sempre estudei em escola particular graças as bolsas de estudo que eu conseguia , acho que esqueci de falar que também sou muito inteligente , meus professores sempre falaram que eu poderia ser uma otima médica ou advogada no futuro , mas eu nunca quis ser isso , o meu sonho desde pequena é ser modelo , eu fiz até um teste para ser modelo internacional , duas garotas muito bonitas vinheram para-cá a procura de novas faces no mundo da moda , eu e mais algumas garotas tiramos algumas fotos no mês passado e se tudo de certo nesse mês seremos chamadas para ser super modelos assim como uma delas é  ! Bom agora é melhor eu começa a me arrumar afinal já são 6:00 a.m e eu tenho que está no restaurante onde eu trabalho às 7:30 a.m . Me levantei calçando meus chinelos e andei até o guarda roupa , procurando uma roupa para ir trabalha e pegando o meu uniforme e colocando dentro da minha bolsa , depois de guarda o uniforme dentro da bolsa peguei a minha roupa e sai do quarto indo até o banheiro tomar meu banho, a água estava fria o que fez com que eu desperta-se completamente , desliguei o chuveiro , me enxuguei e me vesti no banheiro mesmo , voltei para o quarto sequei meu cabelo e fiz uma maquiagem leve , não gosto de exagerar , além de ser muito cedo para fazer uma maquiagem pesada , por mais que algumas pessoas não saibam disso,rs. Terminei de me arrumar e fui até a cozinha , encontrando minha mãe fazendo o café :


- Bom dia dona Patrícia - falo dando um beijo em sua bochecha
- Bom dia meu anjinho - falou sorrindo com seus dentes perfeitamente brancos
- O que faz acordada tão cedo ? Se for por mim não precisa eu já disse - falei
- Eu sei querida , mas dessa vez não é só por você é pela gente , vou trabalhar hoje lavando as roupas da dona Irene - falou sorrindo
- Mãe a senhora sabe que eu não gosto que você trabalhe lavando as roupas dos outros , eu estou trabalhando para isso , para nós sustentar - falei olhando-à
- Mas (seu apelido) você trabalha demais , está sempre pegando hora extra , para complementar a renda mensal e sempre volta tarde para casa, eu não me importo em trabalhar - falou afogando meus cabelos
- Eu mim importo mãe , olhe isso - peguei suas mãos e fiz um carinho - tá vendo esses calos ? - perguntei e ela assentiu - desde de que eu me conheço por gente a senhora tem eles de tanto trabalhar para nós sustentar agora está na hora de retribuir isso, sem falar que em breve a senhora vai ser mãe da top model mais bem paga do mundo
- Tudo bem - falou em forma de rendição
- Promete ? - perguntei e ela assentiu com um "aham" - ok, agora eu vou trabalhar , segunda-feira é o dia que tem mais movimento lá no restaurante - falei pegando minha bolsa
- Espera ! Não vai comer nada ? - perguntou
- Hum eu vou comendo essa maçã ok ? Agora eu tenho que ir correndo antes que eu perca o ônibus , tchau mãe
- Tchau filha

Caminhei rapido até o ponto de ônibus e esperei até ele chegar , enquanto esperava senti duas mãos cobrindo o meu rosto e sorri ao adivinhar quem era , pois só havia um ser fazia isso comigo :

- Adivinha quem é ? - perguntou
- Deixa eu pensar ... Luan Santana ? - perguntei mesmo sabendo que ele odiava o Luan Santana não sei porque já que pra mim ele é um dos melhores cantores do Brasil , em resposta ele deu uma risada forçada
- Muito engraçada você em (seu apelido) - falou se sentado ao meu lado
- Eu sei to achando que no lugar de modelo eu vou virar comediante - falei irônica
- Sério ?! Também acho , você é tão engraçada que poderia ir pro zorra total - respondeu irônico
- Paro a brincadeira , todo mundo sabe que o zorra total é uma merda - falei
- Que coisa feia, uma menina tão bonita falando palavrão , pode isso ?! - perguntou
- Vai à merda fabinho - disse e ele riu, eu e fabinho ( Fábio ) nós conhecemos à 3 anos atrás , no 1° ano do ensino médio , ele era o nerd novato e eu era a bolsista excluída por ser pobre , desde de então nós tornamos melhores amigos , o Fábio não era pobre pelo contrário a família dele era bem rica , mas ele sempre diz " o dinheiro é do meu pai e não meu " ele trabalha ao lado do restaurante, em uma assistência técnica , uma das muitas coisas que eu não entendo é o porque dele ir de ônibus se o desgraçado tem carro !

- E então (seu apelido) , aquelas mulheres já ligaram pra você falando se você foi selecionada ou não ? - perguntou e eu suspirei
- Até agora nada , o pior é que isso só me deixa cada vez mais com medo de não ter sido aceita - falei cabisbaixa
- (seu apelido) você não acha que seria melhor você ser modelo aqui no Brasil mesmo ? Sabe com certeza você seria uma das melhores se não a melhor do Brasil, e eu acho meio estranha essa proposta de emprego fora do país ,será que elas não vão querer lhe sequestrar ou algo assim ?  - perguntou preocupado
- Aí não viaja fabinho é tudo seguro , eu tenho certeza disso , uma das garotas que vinheram fazer a seleção de modelos é uma modelo famosa o nome dela é Eleanor Calder , fora isso a outra garota a Perrie Edwards me explicou tudo, não tem perigo - falei
- tudo bem então eu só estou preocupado - falou baixando a cabeça
- Hey,por que ficou triste? Não vai acontecer nada comigo e você é rico esqueceu ? Mesmo que você viva falando que o dinheiro é do seu pai não seu , acho que ele não irá negar o dinheiro pra você me visitar se eu for selecionada , agora vamos que o ônibus acabou de parar ! - falei e sai correndo pra entrar no ônibus antes das outras pessoas pra pegar um dos lugares na frente ao lado da janela e o fábio veio logo atrás de mim . Conseguimos um lugar na frente por um milagre , acho que hoje vai ser meu dia de sorte , porque até agora não entrou nem um gordo suado pra ficar ao nosso lado , olhei as horas nó meu relógio de pulso e ainda marcava 6:47 a.m , então peguei meus fones e fui o caminho todo todo com a cabeça no ombro do fabinho enquanto ouvia uma das minhas cantoras favoritas Taylor Swift .

"- Me acorde quando chegarmos..." - falei pra o fabinho e comecei a dormir mais um pouco


* Estava em um lugar escuro e sujo , com as paredes mofadas e o teto também , lá tinha um fino cochonete e junto com um lençou velho e um travesseiro , no canto esquerdo do quarto tenha uma pequena luz amarelada que iluminava uma garota , mas espera não é um garota comum ,essa garota sou eu ! Ela ou melhor eu estava chorando muito escolhida no canto do chão , quando derrepente , eu escuto um barulho de uma porta se abrindo
"- o que você quer ? - pergunta com medo " " - já está na hora de sair daqui está na hora de trabalhar - falou um homem que eu não consegui ver o rosto, vindo em minha direção " " - NÃO,NÃO SAIA DAQUI EU NÃO QUERO SAIR ! - gritei se debatendo " " vamos logo garota pare de show,os clientes estão lhe esperando " " - EU NÃO VOU ! NÃOOO ... " *

- (seu nome) acorda , vamos somos as únicas pessoas que ainda estão dentro do ônibus - abro os olhos e vejo meu nerd preferido na minha frente , imediatamente o abraço lhe espantado no início - nossa eu sei que você me ama mais poderia ter esperado pra me abraçar quando nós já tivéssemos decido do ônibus não acha ?! - brincou e eu só abracei um pouco mas forte
- Eu tive um pesadelo horrível fabinho - falei ainda abraçada com ele
- calma (seu apelido) vai ficar tudo bem, vamos descer do ônibus que você me explica isso direito - falou olhando nós meus olhos e eu acenti descendo do ônibus junto com ele
- E então como foi esse pesadelo (seu apelido) ? - perguntou
- Foi horrível fabinho ,tinha um quarto escuro e sujo, eu estava lá e depois um homem chegou e tentou me levar  para um lugar que eu não queria ir e depois eu acordei - falei enquanto caminha vamos até o restaurante
- Vai ficar tudo bem foi apenas um pesadelo,ok? Nós vemos mais tarde ? - perguntou quando chegamos em frente ao restaurante

- Claro , até a hora de almoço - falei entrando no restaurante,enquanto ele ia até a assistência que trabalhava  , entrei no restaurante , fechei a porta e quando me virei deu de cara com a dona Epitácia minha chefe com uma cara nada boa
- Está atrasada - falou irritada e eu olhei relógio e vi que estava atrasada 3 minutos
- Foram apenas 3 minutos dona Epitácia ainda são 7:33 o restaurante só abre depois das 8:00 h - eu disse
- Não interessa o quanto você está atrasada , o que interessa é que você está atrasada , se ficasse menos tempo de papo com o nerd do lado teria chegado mais cedo - falou
- Desculpa dona Epitácia isso não acontecerá novamente - falei suspirando
- Acho bom mesmo , você sabe que eu não tolero atrasos. Agora ande vá trabalhar porque eu não lhe pago pra ficar aqui parada.

(...)

Eu estava me arrumando para ir almoçar , por mais que eu trabalhe em um restaurante , não posso almoçar aqui porque a dona Epitácia , como eu posso dizer ... ela é uma tremenda mão de vaca , pão dura , que não gasta nada com os funcionários até o uniforme nós que tivemos que comprar e é claro que ela não deixa ninguém fora ela ou os clientes comer lá , falando no diabo é melhor eu correr já que ela está me chamando :
- (SEU NOME) ESTÁ SURDA GAROTA NÃO ESTÁ ME ESCUTANDO ! - gritava dona Epitácia
- Já estou indo dona Epitácia , mas é melhor a senhora ser rapida porque eu estou no meu horário de almoço - falei sem olhar para ela , enquanto terminava de arrumar a minha bolsa , mas quando olhei para cima meu queixo quase caiu , eu não acreditava no que estava vendo - Perrie, Eleanor , meu deus o que estão fazendo aqui ?!

8 comentários:

  1. Ja li este imagine e adoro continuaaaaa

    ResponderExcluir
  2. adorei, posta o segundo capitulo

    ResponderExcluir
  3. Continuaaa aah e tem como vs divulga meu blog ele é novo http://imaginanndocom1d.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Essa eh a msm qui a Gaby postou uma vez mais nao terminou?? se for to muitoo feliz pq tinha amadooo :))

    ResponderExcluir

Não esqueça de comentar!!! Pois é seu comentário que nos motiva a continuar e tentar fazer melhor sempre , amamos vocês pelo imenso carinho com a gente mesmo sem conhecer cada uma <3

Sue , Gaby , Helo , Raih e Vivian .